Voluntários ajudam a recuperar fachada do Pateo do Collegio


A solidariedade de 200 voluntários foi fundamental para a recuperação da fachada do Pateo do Collegio, que, há menos de um mês, havia sido pichada com tinta vermelha.Para marcar a entrega da obra e, principalmente, a importância da união de forças, no último domingo (6 de maio), foi realizado o “Pateo de Portas Abertas”, evento que movimentou o Memorial durante todo o dia. Houve a soltura de balões brancos, museu gratuito e atrações musicais, entre outras atividades. Durante a celebração eucarística, que reuniu cerca de 400 pessoas, o diretor do Pateo do Collegio, Pe. Carlos Alberto Contieri, lembrou também as vítimas do prédio que desabou no centro da Capital, no dia 1º de maio, ressaltando que o cuidado para com os outros é fundamental para se estabelecer a vontade de Cristo.

Berço e símbolo da cidade de São Paulo, o Pateo de Collegio teve sua parte externa marcada por uma inscrição em vermelho, na madrugada do dia 10 de abril. “Uma grande mobilização se deu rapidamente, muitas pessoas querendo ajudar. Foi um movimento muito forte de união”, diz Bruno Fernando Silva, turismólogo do Pateo do Collegio.Além de doações, os voluntários dedicaram também muitas horas de trabalho para recuperar a parte externa do Pateo do Collegio. “Parafraseando nosso diretor, considero o episódio uma experiência Pascal, pois, da tristeza e desolação, passamos à alegria ao comprovar que a solidariedade e a união ainda estão fortes em nossa cidade”, afirma Bruno.

Fotos: Escritório de Comunicação da Província dos Jesuítas do Brasil – BRA/Ir. Lucemberg de Oliveira Lima