Aula com o secretário mundial para a Educação

Estudantes do Medianeira conversaram com o padre José Mesa, da Educação Básica

Alunos do Ensino Médio do Colégio Medianeira participaram de uma videoconferência com o padre José Mesa, secretário mundial para a Educação Básica da Companhia de Jesus, no dia 24 de agosto. Estudantes de outras oito instituições jesuítas de ensino básico ao redor do mundo também interagiram virtualmente com o jesuíta. O encontro aconteceu pela rede Educate Magis, ferramenta que possibilita a interação de estudantes e educadores de colégios jesuítas presentes em 130 países.

As discussões do evento envolveram questões sobre uma educação para a cidadania global, bem como meios para que projetos de intercâmbio protagonizados pelos jovens possam acontecer entre as diferentes instituições da Companhia de Jesus. Estudantes do Medianeira e de outras partes do mundo propuseram ações ao secretário mundial e foram orientados pelo jesuíta. “Para possibilitar que ações se concretizem, é necessário que vocês, estudantes, procurem seus diretores, professores, toda a comunidade acadêmica e proponham intervenções. Não esperem alguém fazer por vocês. Os estudantes devem ser os responsáveis por buscar a implementação de suas ideias”, aconselhou o padre.

Para Alessandro França Quadrado, orientador de aprendizagem e responsável local pelo Programa de Internacionalização Curricular, o contato de instituições diferentes, inseridas em culturas e contextos distintos do brasileiro, permite que os estudantes enxerguem valores que são universais. “A partir do momento em que um estudante do Medianeira conversa com um jovem da Bolívia, do México ou do Oriente, ele consegue perceber que valores vivenciados no Colégio, aqui no Brasil, também ocorrem em uma escola do exterior”, resumiu o educador.

“Nós começamos como uma única escola centenas de anos atrás. Tivemos que começar pequenos, porém, pequeno não quer dizer simplista. Ao contrário, significa fazer com que isso seja possível sendo realista”

Pe. José Mesa

Durante o encontro, padre Mesa relembrou que o caminho pedagógico da Companhia Jesus iniciou como um projeto pequeno, porém alicerçado pela busca da fé e pelos ensinamentos de Inácio de Loyola. “Nós começamos como uma única escola centenas de anos atrás. Tivemos que começar pequenos, porém, pequeno não quer dizer simplista. Ao contrário, significa fazer com que isso seja possível sendo realista”, explicou o secretário.

Sob o compromisso com a consciência global da Companhia de Jesus, Alessandro reforçou a importância de fazer-se presente pelo mundo respeitando sempre as particularidades de cada local. O educador visualiza essa como sendo uma estratégia fundamental para a busca da cooperação e do respeito aos demais. “A gente trabalha questões como a visão do diferente, que não é melhor ou pior e pode sim ser levado em consideração. Um pensamento diferente não é inválido”, explicou, ressaltando que isso é possível graças à “presença dos jesuítas em tantos países”.

A aula, que significou também uma oportunidade de reflexão, levantou o debate sobre a importância do compromisso dos estudantes com seus ideais e valores. Padre Mesa reforçou a necessidade de protagonismo e compromisso estudantil. Ao longo da conversa, o jesuíta também perguntou aos jovens sobre suas ideias e anseios. Como provocação reflexiva, questionou: “com quais dessas ideias vocês conseguem se comprometer a ir adiante?”.

 

Fonte: Colégio Medianeira (Curitiba/PR)