CPAL realiza 37ª Assembleia em Havana

O encontro abordou temas sobre a vida e o trabalho das redes apostólicas

Entre os dias 7 e 11 de maio, a CPAL (Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina) realizou a 37ª Assembleia na cidade de Havana (Cuba). Nesta edição, foram abordados temas sobre a vida e o trabalho das redes apostólicas, em especial no Serviço Jesuíta Pan-Amazônia, com prioridade ao PAC (Projeto Apostólico Comum) para a contribuição na preparação do Sínodo para a Amazônia.

Foram feitas análises sobre a receptividade das Preferências Apostólicas Universais, que apesar de ser uma impressão provisória, acredita-se que estão sendo positivas pelo Corpo Apostólico e que encorajam a um processo de conversão pessoal, comunitária, provincial e conversão interprovincial.

Diante de um ambiente de oração e conversação espiritual, foram repensadas as necessidades de uma estruturação do 4º ano de Teologia. Desta forma, foram identificados alguns pontos em comum: a necessidade de acompanhamento, o critério de tempos, lugares e pessoas, a consciência de que este é um tempo especial de preparação para o ministério ordenado e, portanto, os estudos teológicos e as experiências pastorais e de reflexão estão em função dessa finalidade. Assim, foi indicado que o 4º Ano deva ser realizado nas próprias Províncias jesuítas,  sendo solicitado à Comissão de Formação que sejam oferecidas opções que ajudem nesse sentido.

Ainda foi criado uma comissão para elaborar um roteiro que ajude a próxima assembleia no discernimento sobre possíveis reconfigurações de Província, de acordo com o pedido do Superior Geral da Companhia de Jesus, Pe. Arturo Sosa. Além disso, os companheiros de Cuba, Haiti e América Central foram mobilizadores e conscientizadores sobre a realidade desses povos irmãos.

 

Clique aqui e leia a carta da 37ª Assembleia da CPAL

 

Fonte: Departamento de Comunicação da CPAL