Programa de voluntariado da Unicap realiza ações no mês de férias

Os participantes do Programa têm uma oportunidade única de desenvolvimento pessoal e humano

O mês de julho é conhecido como o mês de férias e de descanso para muitos universitários, mas, para alguns, pode ser também uma boa oportunidade para se doar ao voluntariado!

Essa é a experiência que o Programa de Voluntariado da Unicap (VOU), criado em 2017, tem proporcionado aos alunos do Nordeste. Na edição deste ano, dois grupos participaram: o primeiro atuou com crianças carentes e acompanhou uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis (Catampa), enquanto o outro atuou com a Escola de Educação Popular Fé e Alegria.

As iniciativas do VOU são feitas junto a parceiros da Unicap (Universidade Católica de Pernambuco), dentre eles se destaca o Programa MAGIS, que por meio do Espaço MAGIS Paraíba (PB) tem acolhido voluntários desde a primeira edição. Quem acompanha os estudantes são outros jovens que fizeram a experiência anteriormente e, hoje contribuem para que outros possam vivenciar esse momento.

“Na fundação Fé e Alegria, pude conhecer as crianças e aprender muito com elas sobre a realidade de cada uma e a importância que aquele lugar tem para elas. Uma experiência assim faz você refletir sobre a sua própria vida e como muitas vezes ficamos insatisfeitos sem uma razão concreta. O que ficou para mim foi muito amor, sentimento de realização e a vontade de realizar esse trabalho novamente, sempre que eu puder”, disse Fernanda Isabel Araújo Viana de Lira, estudante do curso de Direito, voluntária em Fé e Alegria de João Pessoa (PB).

Os estudantes têm uma oportunidade única de desenvolvimento pessoal e humano, além de autoconhecimento. Isso acontece porque no VOU, mais do que uma metodologia do “fazer”, busca-se uma ação que tenha por objetivo o “ser”, que envolve todas as dimensões da pessoa. Por isso, durante toda a experiência, os estudantes participam diariamente dos Círculos MAGIS ou de momentos de partilha, de modo que são provocados a pensar no seu projeto de vida e como lidam com as suas próprias questões existenciais.

No voluntariado que acontece no sertão cearense, os alunos, que antes de se encaminharem a Vazantes são acolhidos no Centro Inaciano de Juventude – CIJ, em Fortaleza (CE), têm uma possibilidade a mais para intercâmbio e troca de saberes, pois participam dessa experiência alunos de universidades espanholas de Deusto e Comillas. Assim, não somente o trabalho é compartilhado, mas o idioma, a cultura e as histórias de vida são colocadas em comum, numa bonita ação internacional de carinho, solidariedade e amizade.

 

Fonte: Magis Brasil